Review Wilson Blade 98 16×19 v8

wilson blade 98 16x19

Review Wilson Blade 98 16×19 v8

Fala galera tudo beleza? No post de hoje a gente vai estar trazendo pra vocês o review Wilson Blade 98 16×19 v8.

Nesse artigo você vai encontrar:

  • Pintura
  • Especificações
  • Funcionamento em quadra
  • Prós e contras
  • Conclusão
  • Vídeo

Pintura

Fala galera tudo beleza? Nesse post vou estar trazendo para vocês finalmente um review detalhado da Wilson Blade 98 16×19 v8. Essa versão que conta com essa pintura com a tecnologia Chameleon Paint, que em diferentes ângulos de luz ela muda de cor.

É uma pintura muito bonita e que realmente você vê esses efeitos quando você tá jogando com ela ou quando seu adversário está jogando com ela.
Especificações da Wilson Blade v8:
  • Tamanho da cabeça: 98 polegadas
  • Comprimento: 68.58cm
  • Peso (sem corda): 305g
  • Peso (com corda): 320g
  • Balanço (com corda): 32.64cm / 5 pts HL
  • Swingweight (com corda): 317
  • Rigidez: 61
  • Espessura do aro:21mm / 21mm / 21mm
  • Composição: Grafite Trançado
  • Nível de potência: Baixo-Médio
  • Estilo do golpe: Médio-Completo
  • Velocidade do swing: Médio-Rápido
  • Cores da raquete Wilson Blade 98: Verde
  • Tipo de grip: Wilson Pro Performance
  • Padrão de cordas:
    16 Verticais / 19 Horizontais
    Pular nas verticais: 8T,8H
    Um pedaço de corda
    Sem buracos compartilhados
  • Tensão das cordas: 50-60 libras

Pessoal essa Blade aqui ela foi engordada com MSV Focus Hex com 50 libras e vamos ver como é que elas se comporta na quadra, vamos lá.

Funcionamento em quadra

Nos primeiros momentos já dá para ver uma característica fundamental da linha Blade que é o feel limpo e cristalino. Eu sou um jogador acostumado a jogar com antivibrador, fiz o review dela aqui sem antivibrador e é uma delícia a sensação nítida que você tem quando você bate na bola.
wilson blade 98 16x19

Golpes de fundo

Pessoal nos golpes de fundo a Wilson Blade 98 é uma raquete sólida, o swingweight ,que baixou consideravelmente em relação ao modelo passado, torna ela uma raquete muito mais fácil de usar. É muito mais rápida durante a aceleração, durante a movimentação e execução do golpe. Ela é uma raquete que você vai ter bastante controle de bola, principalmente pela a baixa flexibilidade dela (61RA).
Meus golpes de direita eram golpes que eu tinha muita constância, golpes com muita previsibilidade, posicionamento de bola muito bons. Com a esquerda na versão passada eu tive dificuldade de estar agredindo com ela pelo swingweight um pouco mais alto e nessa versão já foi bem diferente. Na esquerda eu tive total confiança igual eu tenho para jogar com a minha Pure Aero VS igual eu tinha com minha Yonex Ezone 98, esquerda robusta, densa, pesada e que eu conseguia tanto manter as trocas pela constância, estabilidade e controle que ela dá como atacar porque é uma raquete que tem uma resposta bem rápida.

Saque

O saque é bastante controlado com bastante posicionamento e precisão. É um saque firme, você consegue gerar potência com ela com certeza, mas muito mais o posicionamento e o controle que você vai ter tanto no primeiro como no segundo saque. Então meu primeiro saque tinha um pouco mais de potência, mas o segundo, mesmo com menos potência, eu conseguia colocar ele muito firme com bastante segurança porque a raquete me dava essa segurança.

Devolução

Nas devoluções de saque ela é maravilhosa. Essa é provavelmente a melhor versão da Blade que eu já usei, principalmente por ter abaixado o swingweight, deixando ela mais acessível nas devoluções. Ela é rápida e às vezes a gente tem rapidez na devolução com a raquete, mas acaba não tendo tanta precisão. Essa aqui ela tá com a rapidez do swingweight mais baixo e ela tá com controle, precisão e posicionamento de bola fantástico para uma devolução de qualidade. É uma devolução que você já consegue se defender bem, posicionar a bola bem na quadra do adversário para poder jogar o ponto.
É uma raquete que tem uma característica de ser bem versátil, você pode jogar tanto defensivamente jogando trocando bola até achar o momento ideal como jogar mais ofensivamente, soltando o braço mesmo que ela vai segurar, ela não vai espalhar tanta bola vai fazer com sua bola fique densa na quadra do adversário com bastante peso.

Voleios

Nos voleios é uma raquete rápida, mas firme, uma raquete que você consegue controlar ela melhor na hora do toque. No slice também foi uma raquete que eu consegui baixar bem a bola, slices venenosos e se tornaram uma arma a mais no meu arsenal.

Prós e Contras

Então essa raquete é perfeita? Gente é perto disso tá? Ela comparada com o modelo anterior ela perde um pouquinho de estabilidade e se eu fosse colocar um ponto negativo dela seria o potencial de spin. Por mais que seja um padrão 16 por 19 ainda não acho que seja característica principal e predominante dela o potencial de spin. É um potencial de spin médio. Talvez se tivesse mais spin poderia até prejudicar um pouco na densidade e no peso que você consegue gerar na bola com essa raquete.

Considerações finais da Wilson Blade 98 v8

Eu super recomendo essa Wilson Blade 98 16×19 v8. Eu acho que a proposta de vir com um SW menor abriu a possibilidade dela ser utilizada por uma gama maior para jogadores intermediários e avançados. Eu acho que a anterior atendia mais jogadores do nível intermediário alto pro avançado, era uma raquete um pouco mais exigente do que essa aqui. O modelo anterior você vai ter um pouco mais de estabilidade, mas é uma raquete mais difícil manusear enquanto essa aqui eu acho que tá quase no ponto de equilíbrio perfeito por isso que eu falo que essa melhor Blade pelo menos a melhor Blade que eu já testei.
Indico essa raquete para vocês  que tem um nível técnico intermediário ou avançado, que procuram uma raquete de controle que gostam de sentir a bola bem pegando bem nas cordas da raquete, e que vai ter um jogo constante, previsível, com bastante controle, um jogo encorpado com uma raquete que vai te oferecer estabilidade e mais velocidade que o modelo anterior e com potencial de spin OK, mas que realmente não faz diferença nessa raquete.
Com certeza é um dos modelos que eu mais fiquei satisfeito de experimentar e espero que vocês experimentem também para ter o mesmo prazer que eu tive jogando com ela.
Temos o modelo Wilson Blade 98 18×20 v8 para quem quer uma raquete um pouco mais de controle ainda com swingweight um pouco maior, uma raquete mais robusta para um nível um pouco mais avançado de um jogador mais tradicional. Para aquele jogador moderno que gosta um pouco mais de spin e que quer uma raquete mais fácil de usar esse modelo é o ideal beleza?
Galera qualquer dúvida que vocês tiverem em relação a essa raquete aqui é só deixar nos comentários que eu vou ter prazer imenso de estar aí respondendo o comentário de vocês beleza? Muito obrigado galera e até a próxima, tchau!

Vídeo da Wilson Blade 98 16×19 v8

4 thoughts on “Review Wilson Blade 98 16×19 v8

  1. Wellington Gouvea says:

    Comprei uma Blade 100 V8 (300g) em Portugal. Por que não aparece ela nos sites brasileiros? Fiquei um pouco apreensivo depois de assistir esse review da 98 aqui, no sentido de que talvez a 98 seria melhor. Quais serão as maiores diferenças entre elas? Eu usava uma Babolat Aero Pro Drive e comecei a sentir incômodo no braço, então passei a buscar mais conforto e segurança.

    • Empório do Tenista says:

      Alguns modelos não vem pro Brasil por opção dos distribuidores mesmo. Tem a Blade 100, a Pure Strike 100 e assim vai. Ou eles optam por não trazer, ou não sobra depois te atender os principais mercados globais (América do Norte, Europa, Ásia e Oceania). As principais diferenças seriam a estabilidade e um maior controle dos golpes com uma rigidez bem baixa (ao meu ver uma raquete bem mais completa que a 100). Você pode pegar uma aqui com a gente, entra no nosso chat que a gente indica a melhor configuração de corda pra ela blz? Te aguardo, abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Empório do Tenista
Olá! Podemos te ajudar?